sexta-feira, 4 de julho de 2008

Por isso não provoque... é cor de rosa choque...

Hoje no pediatra fiz diversas perguntas a respeito da adaptação do João a uma nova alimentação quando eu voltar ao trabalho. Tudo porque não vai ser nada fácil parar de amamentar antes do tempo caso ele rejeite o peito depois que tomar as mamadeiras.
Perguntei se eu não poderia dar uma frutinha na colher para que ele tenha como única referência para mamar, o peito. Nada feito. Ele me deu explicações médicas que não saberei reproduzir aqui, mas algo relativo à maturação do maxilar, deglutição e aparelho digestivo. Até os seis meses, não pode dar NADA para o bebê além de leite, seja ele materno ou não. Pesquisas indicam que além de tudo isso, crianças alimentadas com outras coisas correm muito mais risco de tornarem adultos obesos.
Outra novidade, também descoberta por pesquisadores nos Estados Unidos, é que o leite de soja, amplamente difundido naquele país e também aqui, prejudica o crescimento normal das crianças e no caso das meninas, faz com que a mama cresça (pasmem!) a partir dos dois anos de idade!
Tudo isso é para deixar registrado o quanto a amamentação tem sido uma experiência maravilhosa. A carinha do João me olhando fixamente, as brincadeiras que ele começa a fazer com o peito, muito gaiato dando risadas e suspiros como se me agradecesse por estar ali... as mãozinhas mais ágeis me fazendo carinho nas costas ou segurando na minha mão.... Homens, vocês infelizmente nunca saberão o que é isso... Como Rita já dizia, "mulher é bicho esquisito, todo mês sangra", mas de sexo frágil a gente não tem nada.. encara madrugada, sacode o filhote e deixa a coluna quebrar, deixa de ser da gente pra ser do filho... ama apaixonada, se entrega, se emociona...

2 comentários:

Gabriela disse...

Norita, você não é mole não...
Adoro esse seu jeito de ser.
Te amo muito,
Sogrita

Simone disse...

Oi vim conhecer o seu cantinho. Quero parabenizá-la, pelo João e por tudo que disse sobre maternidade.
Um abraço Simone Teles